Quem sou eu

Minha foto
São Paulo - Zit Zona Sul, São Paulo - Capital, Brazil
Claudio Rufino, Pós Graduado em Gestão Empresarial (MBA-Gestão Empresarial), Bacharel em Ciências Contábeis, Técnico em contabilidade, professor de contabilidade, Educador Financeiro, Graduando em Ciências Juridicas. Na década de 90 formado em "Técnico em Contabilidade" precisamente no ano de 1992 pelo Colégio Cenecista Professor Henrique José de Souza(CNEC), no estado do Rio de Janeiro. Pós Geaduado em Gestão Empresarial - MBA pela Universidade Ibirapuera, Graduado em Ciências Contábeis pela FASUP - FACULDADE SUDOESTE PAULISTANO - São Paulo - SP. Atuando como Empresário Contábil na Zona Sul de São Paulo. Atuante na área contábil desde 1993, somando conhecimentos para obter resultados com excelência e qualidade. Claudio Rufino, desde 1993 prestando serviços com excelência e qualidade. www.fcscontabeis.com.br https://www.facebook.com/fcscontabeis

domingo, 5 de julho de 2015

AÇÕES OU QUOTAS EM TESOURARIA - Como contabilizar

AÇÕES OU QUOTAS EM TESOURARIA
 
O ato de adquirir as próprias ações pela companhia aberta ou fechada, e também o ato de adquirir as quotas pela própria sociedade empresária, deverão ser registrados como conta redutora do Patrimônio Líquido pelo seu valor de custo

Pela aquisição de ações/quotas em tesouraria:
D- Ações/Quotas em Tesouraria – Conta Redutora (Patrimônio Líquido)
C- Banco – Disponibilidades (Ativo Circulante)

As quotas ou ações em tesouraria, no momento de sua alienação, estão propensas tanto a gerar lucro quanto prejuízo, sendo que tal resultado não irá integrar o resultado da entidade, devendo ser registrado como reserva de capital, em conta do Patrimônio Líquido.

Pelo lucro na venda das ações/quotas em tesouraria:
D- Banco – Disponibilidades (Ativo Circulante)
C- Ágio na alienação das Ações/Quotas em Tesouraria – Reserva de Capital (Patrimônio Líquido)
C- Ações/Quotas em Tesouraria – Conta Redutora (Patrimônio Líquido)

Considerando a venda das Ações/Quotas tenha ocorrido prejuízo, teremos o seguinte lançamento:
D- Banco – Disponibilidades (Ativo Circulante)
D- Deságio na alienação das Ações/Quotas em Tesouraria – Reserva de Capital (Patrimônio Líquido)
C- Ações/Quotas em Tesouraria – Conta Redutora (Patrimônio Líquido)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe, comente e divulgue, seja disseminador de informações.