Quem sou eu

Minha foto
São Paulo - Zit Zona Sul, São Paulo - Capital, Brazil
Claudio Rufino, Pós Graduado em Gestão Empresarial (MBA-Gestão Empresarial), Bacharel em Ciências Contábeis, Técnico em contabilidade, professor de contabilidade, Educador Financeiro, Graduando em Ciências Juridicas. Na década de 90 formado em "Técnico em Contabilidade" precisamente no ano de 1992 pelo Colégio Cenecista Professor Henrique José de Souza(CNEC), no estado do Rio de Janeiro. Pós Geaduado em Gestão Empresarial - MBA pela Universidade Ibirapuera, Graduado em Ciências Contábeis pela FASUP - FACULDADE SUDOESTE PAULISTANO - São Paulo - SP. Atuando como Empresário Contábil na Zona Sul de São Paulo. Atuante na área contábil desde 1993, somando conhecimentos para obter resultados com excelência e qualidade. Claudio Rufino, desde 1993 prestando serviços com excelência e qualidade. www.fcscontabeis.com.br https://www.facebook.com/fcscontabeis

sábado, 30 de julho de 2016

CONSIGNAÇÃO DE MERCADORIAS - vamos contabilizar.



Consignante: Aquele que remete a mercadoria para a venda.
Consignatário: Aquele que recebe a mercadoria para vender.

Na consignação mercantil, como não ocorre a transferência da propriedade da mercadoria, tal operação é registrada em conta de compensação.

No Consignante haverá a incidência de ICMS e IPI, dependendo do caso e para o Consignatário, haverá o crédito destes impostos, sendo tais operações registradas em contas de compensação.

No Consignante teremos a seguinte contabilização:

Pela remessa em consignação:

D- Mercadorias Enviadas em Consignação (Conta de Compensação Ativa)
C- Remessa de Mercadorias em Consignação (Conta de Compensação Passiva)

Pela contabilização do ICMS na remessa em consignação:

D- ICMS – Crédito sobre Consignação (Ativo Circulante)
C- ICMS a Recolher (Passivo Circulante)

Pela contabilização do IPI na remessa em consignação:

D- IPI – Crédito sobre Consignação (Ativo Circulante)
C- IPI a Recolher (Passivo Circulante)

Pela contabilização da venda da mercadoria pelo Consignatário:

D- Clientes – Disponibilidades (Ativo Circulante)
C- Receita com Vendas de Mercadorias (Conta de Resultado)
C- IPI – Crédito sobre Consignação (Ativo Circulante)

Pelo lançamento do ICMS na venda:

D- ICMS sobre Vendas (Conta de Resultado)
C- ICMS – Crédito sobre Consignação (Ativo Circulante)

Pela baixa das mercadorias remetidas em consignação e vendidas:

D- Remessa de Mercadorias em Consignação (Conta de Compensação Passiva)
C- Mercadorias Enviadas em Consignação (Conta de Compensação Ativa)

Pela baixa das mercadorias remetidas em consignação não vendidas:

D- Remessa de Mercadorias em Consignação (Conta de Compensação Passiva)
C- Mercadorias Enviadas em Consignação (Conta de Compensação Ativa)

Pela contabilização do ICMS no retorno das mercadorias não vendidas:

D- ICMS a Recolher (Passivo Circulante)
C- ICMS – Crédito sobre Consignação (Ativo Circulante)

Pelo registro do IPI no retorno das mercadorias não vendidas:

D- IPI a Recolher (Passivo Circulante)
C- IPI – Crédito sobre Consignação (Ativo Circulante)

No Consignatário teremos os seguintes lançamentos:

Pela contabilização da entrada das mercadorias em consignação:

D- Mercadorias Consignadas (Conta de Compensação Ativa)
C- Mercadorias Recebidas em Consignação (Conta de Compensação Passiva)

Pela contabilização do ICMS na entrada das mercadorias:

D- ICMS a Recuperar (Ativo Circulante)
C- ICMS sobre Consignação (Passivo Circulante)

Pela contabilização da aquisição parcial dos produtos consignados:

D- Mercadorias para Revenda – Estoques (Ativo Circulante)
D- ICMS sobre Consignação (Passivo Circulante)
C- Fornecedores (Passivo Circulante)

Pela contabilização da venda de parte das mercadorias consignadas:

D- Clientes – Disponibilidades (Ativo Circulante)
C- Receita com Vendas de Mercadorias (Conta de Resultado)

Pelo ICMS sobre vendas:

D- ICMS sobre Vendas (Conta de Resultado)
C- ICMS a Recolher (Passivo Circulante)

Pela baixa parcial da aquisição das mercadorias em consignação:

D- Mercadorias Recebidas em Consignação (Conta de Compensação Passiva)
C- Mercadorias Consignadas (Conta de Compensação Ativa)

Pela contabilização do retorno das mercadorias não vendidas:

D- Mercadorias Recebidas em Consignação (Conta de Compensação Passiva)
C- Mercadorias Consignadas (Conta de Compensação Ativa)

Pela contabilização do ICMS incidente sobre o retorno ao consignante:

D- ICMS sobre Consignação (Passivo Circulante)
C- ICMS a Recuperar (Ativo Circulante)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe, comente e divulgue, seja disseminador de informações.