Quem sou eu

Minha foto
São Paulo - Zit Zona Sul, São Paulo - Capital, Brazil
Claudio Rufino, Pós Graduado em Gestão Empresarial (MBA-Gestão Empresarial), Bacharel em Ciências Contábeis, Técnico em contabilidade, professor de contabilidade, Educador Financeiro, Graduando em Ciências Juridicas. Na década de 90 formado em "Técnico em Contabilidade" precisamente no ano de 1992 pelo Colégio Cenecista Professor Henrique José de Souza(CNEC), no estado do Rio de Janeiro. Pós Geaduado em Gestão Empresarial - MBA pela Universidade Ibirapuera, Graduado em Ciências Contábeis pela FASUP - FACULDADE SUDOESTE PAULISTANO - São Paulo - SP. Atuando como Empresário Contábil na Zona Sul de São Paulo. Atuante na área contábil desde 1993, somando conhecimentos para obter resultados com excelência e qualidade. Claudio Rufino, desde 1993 prestando serviços com excelência e qualidade. www.fcscontabeis.com.br https://www.facebook.com/fcscontabeis

sábado, 7 de novembro de 2015

8 maneiras de acabar com a motivação do seu funcionário


TAMANHO DO TEXTO A - A +

8 maneiras de acabar com a motivação do seu funcionário

Falta de desenvolvimento profissional e pessoas tóxicas destroem o clima da sua empresa

Da Redação - 05/05/2015
Share1,027
Profissional triste? Ele pode estar sendo usado como um quebra-galho (Foto: Reprodução)
Seus funcionários são felizes? Pesquisadores já constataram que negócios com empregados satisfeitos conseguem resultados melhores. Um estudo da Universidade de Warwick constatou que a felicidade aumenta em 12% a produtividade das equipes.
Se você não se preocupa com o clima, é hora de começar. O site americano Inc listou os fatores que acabam com a motivação de qualquer um no trabalho.
1. Pessoas tóxicas: elas contaminam o ambiente e acabam com a motivação do resto da equipe. Saber identificar quem é tóxico e negativo ajuda a minimizar os problemas no futuro.
2. Falta de desenvolvimento profissional: trabalhar sem uma perspectiva é desmotivador. Invista tempo em mostrar para cada um da equipe qual o plano de carreira que eles podem trilhar.
3. Falta de visão: informe a todos qual o objetivo da empresa. Sem um foco específico, é difícil convencer a equipe toda a seguir na mesma direção e alcançar os resultados.
4. Tempo perdido: não faça sua equipe perder tempo com reuniões sem fim e conversas desnecessárias. Isso deixa a equipe frustrada, já que parece que o tempo não vale tanto quanto deveria.
5. Comunicação inadequada: quando der uma nova tarefa a alguém, seja o mais claro possível. Se a pessoa tem que ficar imaginando o que o chefe quis dizer, ela perde tempo e ainda pode acabar executando mal.
6. Gestão vertical: a velha tática de “sou o chefe, faça o que eu mando” não funciona faz tempo. Respeitar a opinião dos funcionários e explicar os motivos por trás de uma tarefa são atitudes de um bom gestor.
7. Falta de reconhecimento: se você não reconhece os feitos da sua equipe ou leva todo o crédito, está frustrando os funcionários. Dizer “obrigado” é, muitas vezes, o suficiente para mostrar reconhecimento.
8. Liderança ruim: desenvolva suas habilidades para ser um líder melhor. Busque referências e execute as melhores práticas de gestão no seu negócio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe, comente e divulgue, seja disseminador de informações.